85 Escrever uma carta - Como escrever uma carta que as pessoas desejam ler

Como escrever uma carta que as pessoas desejam ler

Tente não analisar o seu estilo de escrita nem se preocupar demais com a ortografia e a pontuação. Desde que a carta seja legível e bem-intencionada, os amigos não se preocuparão com os pormenores. Tendo dito isto, se for correspondência oficial ou importante, os dicionários (eletrónicos ou outros) existem por alguma razão e podem ajudar muito para que a sua mensagem seja levada a sério.

Se for um bilhete pessoal, escreva com clareza numa folha vazia. Não perca tempo se a sua mão lhe doer após anos de utilização de computadores – vá direita aos acontecimentos, pessoas e sentimentos desde que se viram pela última vez. Inclua fotografias, se as tiver, e o recetor as desejar. Pergunte mais do que apenas como se sentem – lembrete das preocupações e das mudanças e escreva perguntando por estas, Despeça-se assinando da forma que quiser, com afeição genuína e muitos beijos.

Republished by Blog Post Promoter

89 Escrever não é opção - Quando escrever não é opção

Quando escrever não é opção

♦ Nunca termine uma relação através de uma carta. Aquela história do ‘Querido John’ é muito fria. Uma rapariga moderna arranja coragem e enfrenta o homem cara a cara… Ignore as súplicas e as choradeiras e faça o que tem a fazer.

♦ Não anuncie um despedimento por telefone ou por carta. Você tem de reagir à medida que dá as más notícias e oferece conselhos, tranquiliza e critica. Suavize as arestas com uma abordagem pessoal.

♦ Tente dar boas notícias pessoalmente às pessoas que lhe são chegadas. Dizer à sua família que vai casar ou que está à espera de bebé é uma oportunidade demasiado boa para desperdiçar – vai querer ver as suas caras e ter a oportunidade de celebrarem juntos.

♦ Da mesma forma, se tiver más notícias, tem de ser capaz de reconfortar a pessoa imediatamente. É difícil ver lágrimas, mas tem de estar presente e pensar no futuro.

♦ Se vai cancelar um encontro, é boa educação telefonar à pessoa e mudar a hora e o local. Fazê-lo por e-mail pode parecer uma desconsideração (e que teve uma melhor oferta e quis manter a agenda limpa sem explicação).

Republished by Blog Post Promoter

86 Escrever obrigação - Quando escrever é uma obrigação

Quando escrever é uma obrigação

♦ Convites formais – se manda um convite, os convidados automaticamente assumem que “têm de ir”. Inclua a hora, o local e vestuário e peça detalhes acerca de alergias ou hábitos vegetarianos, se existirem. Escreva com clareza os nomes das pessoas que está a convidar, caso contrário as pessoas aparecerão para eventos elegantes com as crianças.

♦ As cartas de agradecimento mostram consideração porque exigem tempo e esforço. As escritas à mão são lindas de receber e raras nos dias que correm. Faça um esforço e tire uma tarde após o seu aniversário ou o Natal para as escrever. Faça referência ao presente ou à boa ação diretamente, reserve algumas linhas para novidades e pergunte como a pessoa se sente antes de se despedir com outro obrigado e os melhores cumprimentos. O seu esforço será apreciado.

♦ Deve enviar cartões de aniversário – um e-mail, um fax ou um telefonema não têm a mesma importância. Mesmo que veja a pessoa no seu dia especial, um cartão dar-lhes-á algo que guardar, rir e lembrar. Todas as pessoas gostam quando é feito algum esforço.

♦ Quando uma pessoa que lhe é próxima perde um familiar, é simpático e apropriado enviar um cartão de condolências. Exprima o quanto lamenta e escreva algumas palavras sobre a pessoa falecida. Seja breve e sincera e não fale de si.

♦ Enviar um cartão de melhoras é uma boa forma de animar os doentes e imobilizados quando estão presos em casa com a televisão e uma sopa como única companhia.

♦ Embora demore muito tempo escrever a um amigo contando todas as novidades e mexericos, por vezes simpático partilhar os seus pensamentos numa tarde chuvosa. Pode não estar com vontade de conversar ao telefone e além disso pode estar a ligar a uma hora
inconveniente para o seu amigo. Receber uma carta é um luxo e pode ser apreciado com uma chávena de chá na altura certa.

Republished by Blog Post Promoter

88 Lembro me de ti - Eu lembro-me de ti...

Eu lembro-me de ti…

Manter um registo de acontecimentos importantes vai valer-lhe muitos pontos entre amigos e familiares. Aniversários, passagem de exames, etc. devem ser celebrados com um cartão de parabéns.

Algumas pessoas são naturalmente maravilhosas e organizadas – guardam um fornecimento de emergência de cartões na mesa-de-cabeceira e um molho de selos na mala. Há outros que precisam de ajuda. Eis algumas sugestões:

1. Quando comprar a agenda para o próximo ano no final de Dezembro, transfira todas as datas imediatamente. Não vai lembrar-se delas se as guardar na memória.

2. Admita falta de memória (ou finja que perdeu a sua agência). Num dia calmo no trabalho, envie e-mails a todas às pessoas importantes para si perguntando-lhes a morada, a data de aniversário e acontecimentos especiais. Só lhes demora um segundo a responder. Depois faça uma lista e anexe-a imediatamente à sua agenda ou copie-a.

3. Peça emprestado a organizada agenda da sua mãe ou de um amigo e roube o trabalho árduo deles.

4. Peça a amigos para escreverem as datas dos seus aniversários e para as enviarem para o seu telemóvel e coloque um alarme para saber em que dia são – pode não enviar o cartão a tempo, mas pelo menos pode telefonar ou enviar uma mensagem logo de manhã com os seus cumprimentos.

5. Se tem dinheiro, contrate uma empresa de organização pessoal. Elas são cada vez mais comuns e podem encontrar-se nas listas telefónicas. Não só compram e enviam cartões e presentes em seu nome como também se encarregam de contas, despesas e tarefas domésticas.

Republished by Blog Post Promoter

87 Voltar a escreber - Vou escrever novamente...

Vou escrever novamente…

Entrar em contacto com pessoas passado muito tempo é sempre difícil, mas por vezes vale a pena fazer o esforço. Provavelmente elas também estarão com saudades suas.

Um dos tipos de cartas mais difíceis de escrever é a um velho amigo com quem se zangou. Você foi horrível, ele foi grosseiro consigo e antes de dar por isso já passou um ano e muito rancor. Com o tempo, as coisas normalmente arrefecem e você invariavelmente percebe que precisa desta pessoa na sua vida, por isso experimente mandar um cartão de Natal com uma carta dizendo o quanto sente a falta dele e que a vida é demasiado curta para cometer um tal erro. Tem noventa por cento de hipóteses de ele entrar em contacto consigo – escrever dá a alguém tempo para pensar na sua reação e vocês têm uma boa oportunidade de se tornarem novamente amigos. É o poder da caneta!

Nunca pense que é demasiado tarde, ou que são ambos demasiado diferentes, ou que a esqueceram. Mesmo que isso tenha acontecido, será uma bela viagem ao passado. Procure informações através de amigos mútuos, sites na Internet ou experimente a última morada que tem dele… pode ser que a mãe ainda lá viva. Não seja demasiado intrometida nem possessiva. Conte-lhe os últimos acontecimentos que se deram consigo e lembre-lhe os bons velhos tempos. Forneça-lhe o seu endereço de e-mail e número de telefone – todas as opções são válidas quando já não fala com alguém há muito tempo.

Republished by Blog Post Promoter

90 Ler correio de outros - Abrir o correio dos outros

Abrir o correio dos outros

Todos precisam de privacidade. Isco devia ser óbvio. Não deveria ter de estabelecer esta regra básica com aqueles com quem vive ou trabalha, mas ocasionalmente vale a pena.

E nem pense que depois de iniciada uma relação cada um perdeu o direito de manter segredos. Não estou apenas a falar de coisas emocionais, mas também de correspondência profissional. Se precisam de saber como estão as finanças um do outro, abram uma conta conjunta ou façam um mealheiro para as despesas gerais da casa.

Se chegar correio para outra pessoa e não conseguir realmente resistir a abri-lo, telefone e ofereça-se para abrir as cartas pela outra pessoa enquanto ela está ao telefone. Faça parecer algo tão excitante que não pode esperar para saber o que é. Dê informações do carimbo dos correios e outras pistas. Se ela não quiser que abra a correspondência, respeite isso. Não abra o envelope com vapor. Isso é ser demasiado intrometida.

Se alguém lhe pedir para verificar a correspondência, abra-a e leia-a com brevidade. Se a pessoa quiser saber mais, ela pedirá. Normalmente isto só serve para ela ficar mais descansada e não deve ser tido em conta como um mandado para continuar

Republished by Blog Post Promoter

Time executed 0 seconds