39 Grupos de amigos1 - Quanto tempo devia passar com os seus amigos?

Quanto tempo devia passar com os seus amigos?

À medida que a sua vida se desenvolve, terá de fazer escolhas. Já não tem 15 anos, nem fins-de-semana sem nada para fazer em que passeia pela cidade e namorisca rapazes no McDonalds. Agora os sábados são passados a recuperar o sono perdido, a lavar a roupa e a fazer telefonemas. A sua carreira e a sua relação amorosa têm primazia e, nas poucas horas em que não está a pensar nelas, é bom calçar uns chinelos, comprar uma boa caixa de chocolates e ver um bom DVD. Então, que tempo sobra para ver os seus amigos?

Bem, as boas notícias são que os bons amigos serão sempre bons amigos e pode passar semanas e até meses (por vezes anos) sem os ver. O melhor a fazer é certificar-se de que o tempo em que os vê é bem empregue. Não se sinta obrigada a comparecer no bar onde o seu amigo vai com os colegas todas as quintas-feiras – já sabe que não terá um minuto de sossego com ele e sentir-se-á mal por ter ido. Às vezes menos pode significar mais Admitam que têm as semanas lotadas, por isso estabeleça uma data no futuro e façam alguma coisa especial que todos possam apreciar – marquem um restaurante fabuloso ou façam um passeio de um dia juntos.

Há alguns amigos que verá com mais frequência. Não é porque goste mais deles que dos outros, mas talvez vivam mais perto, tenham mais flexibilidade de tempo ou se esforcem mais. Se trabalharem em campos semelhantes, encontrem-se para um justificado almoço de trabalho. Se ambas se mudaram, mas os vossos pais ainda vivem na mesma aldeia, combinem uma forma de os visitarem no mesmo fim-de-semana.

Se sente que uma amiga precisa de a ver mais vezes por alguma razão, arranje algumas horas. Não vai fazer mal faltar ao ginásio ou à sua noite de trabalho uma vez. Pode gostar de se deitar cedo, mas algumas saídas com um amigo verdadeiro não trarão muitos danos.

No entanto, se não vê as pessoas tantas vezes como deseja, não se deixe sentir culpada. Você está ocupada. Você é popular. Você é profissional. Desde que esteja lá quando elas precisam – e se mantenha em contacto com e-mails e telefonemas regulares – está a sair-se bem. Quando um amigo reclama muito por não a ver, em breve vai tornar-se chato e você desejará vê-lo ainda menos. Seja franca com as suas restrições de tempo e talvez ela compreenda. Mas não se esqueça da data do seu aniversário.

Republished by Blog Post Promoter

71 Ser ouvida no trabalho1 - Ser ouvida nas reuniões

Ser ouvida nas reuniões

As reuniões são um tédio e normalmente uma perda de tempo. Porque é que não nos deixam fazer o nosso trabalho? Porque as coisas tem de ser organizadas e as reuniões constituem a melhor forma de informar todos sobre os desenvolvimentos, essa é a razão. Como se deve lidar com isso?

1. Chegue sempre a tempo, sóbria e com uma garrafa de água se ficar frequentemente com a boca seca.

 

2. Tenha um bloco e uma caneta e todas as suas ideias claramente listadas.

3. Não critique as ideias dos seus colegas a não ser que tenha uma alternativa ou possa justificar a reclamação.

4. Não amue se uma ideia sua for rejeitada. Ultrapasse isso – estão todos a trabalhar para o mesmo objetivo.

5. Verifique a sua linguagem corporal – braços dobrados, coçar-se ou inclinar-se para trás demonstram arrogância e falta de interesse.

6. Fale com clareza e imparcialidade e utilize exemplos para basear a sua posição. Não levante a voz nem grite, chore ou ria como uma velha maluca.

7. Seja corajosa. Se a reunião está a terminar e ainda tem alguma coisa a dizer, fale – pode estar prestes a poupar milhões à empresa.

8. Tente não se sentir intimidada. Se não achassem que valia a pena estar ali, você não estaria.

9. Tire notas sintéticas durante a reunião, mas concentre-se no debate, olhando para as pessoas e verificando o contacto visual.

10. Imediatamente após a reunião, faça notas mais detalhadas e escreva uma lista sobre os seus novos objectivos e/ou responsabilidades.

Ultimas sugestões sobre etiqueta em reuniões para os mais ocupados:

♦ Marque sempre uma reunião no escritório da outra pessoa (é mais fácil sair do que levar alguém a sair).

♦ Marque reuniões a horas estranhas (11h40 em vez de 11h30) — evitará a tendência para falar durante meia hora ou mais.

♦ E, finalmente, tente fazer uma breve reunião de pé – conseguirá manter todos os presentes concentrados no assunto.

Republished by Blog Post Promoter

02 Desculpa parece ser uma palavra difícil...1 - Desculpa parece ser uma palavra difícil...

Desculpa parece ser uma palavra difícil…

Mas não tem de ser. Quando alguém choca consigo, lhe pisa o pé, come o último chocolate, etc, a palavra “desculpa” devia ser de utilização comum. Se lhe tornar a vida mais fácil, peça desculpa primeiro. Mesmo que algo não a ofenda, se alguém na sua companhia está visivelmente perturbado, peça desculpa. Mesmo que ache que a pessoa é demasiado sensível, essa é a sua forma de ser, por isso, desculpe-se. Se se sentir mutuamente responsável mas quiser tornar a sua vida mais fácil, certifique-se que é bastante humana e peça desculpa primeiro. Esta pequena palavra é pacificadora e pode evitar ressentimentos e amarguras. Se é
demasiado orgulhosa para arcar com a culpa por pequenas coisas, pratique. É uma grande capacidade e não implica que seja fraca. Significa exactamente o oposto.

Tendo dito isto, algumas pessoas utilizam a palavra com demasiada facilidade — dizer “desculpa” não a absolve da responsabilidade nem lhe dá um cartão automático de “você está livre da prisão”. É muito importante, mas não deve ser vista como uma autorização para fazer o que deseja.

Republished by Blog Post Promoter

Time executed 0 seconds