144 Retribuir o favor1 - Retribuir o favor

Retribuir o favor

Quando sai, deve insistir em convidar os anfitriões para jantar (ou levá-los a jantar fora se a sua cozinha estiver um desastre). Não há necessidade de marcar logo uma data, mas tome nota para os convidar dentro de algumas semanas.

Quando se torna um convidado semipermanente (mudar-se para casa de alguém durante uma semana ou mais), tem de aceitar que está permanentemente em dívida para com a pessoa em cuja casa ficou. Se eles telefonarem e pedirem para ficar em sua casa você deve – exceto em circunstâncias muito difíceis – recebê-los de braços abertos (embora eles não devam aproveitar-se da situação).

Republished by Blog Post Promoter

75 Disciplinar - Disciplinar quem causa problemas

Disciplinar quem causa problemas

1. Faça-o em privado.

2. Tire notas antes de entrar, para que não possa ser contrariada nem apanhada desprevenida.

3- Peça a um membro do departamento dos recursos humanos para ir consigo, se achar que a situação se pode complicar.

4. Deixe-os falar e responder às suas perguntas.

 

5. Decida o que se deve fazer. O que devem eles mudar? Como o podem fazer?

6. Marque outra reunião para dali a uma semana/mês para verificar os progressos.

7. Registe os procedimentos com o seu chefe e o departamento de recursos humanos no caso de nada melhorar.

8. Não leve rancores ou preconceitos pessoais para o local de trabalho.

Republished by Blog Post Promoter

93 Como escrever um e mail - Como escrever um e-mail

Como escrever um e-mail

1. O e-mail serve para poupar tempo, por isso não o escreva como se fosse uma carta, com data, endereço e cumprimentos formais. Seja breve e vá direta ao assunto.

2. Referencie os e-mails com clareza na janela de assunto. Atualize o assunto se o mesmo e-mail é enviado de um lado para o outro ou é reenviado para outra pessoa.

3. As letras maiúsculas podem ser sinal de má educação se fora do contexto. Pode querer dar ênfase a um ponto e outros pensarão que está zangada, a gritar ou impaciente. Escreva apenas maiúsculas numa palavra se quiser causar um impacto dramático.

4. Não tente ser divertida nem sarcástica – isso é impossível de digitar.

5. Tente não escrever mais do que um ecrã de texto. A maior parte das pessoas lê os e-mails no trabalho e têm pouco tempo para o fazer.

6. Não envie ficheiros aborrecidos nem cartas em cadeia. Elas não funcionam ou, se as conseguir abrir, pensa sempre por que razão se deu a esse trabalho. Se não consegue enviar um e-mail pessoal, não envie de todo. As circulares são um veneno para a vida das pessoas muito ocupadas.

7. Não fique zangada se não receber uma resposta imediata. Todos têm o seu horário próprio. Se for muito urgente, agarre no telefone e fale.

8. Não tente tratar de um assunto preocupante via e-mail. Seja corajosa e vá falar pessoalmente com as pessoas ou telefone-lhes. Os problemas resolvem-se mais depressa e em privado, se for necessário, e não terá pesadelos sobre o que a espera na sua caixa de correio de e-mail na manhã seguinte.

9. Verifique o endereço dc e-mail cuidadosamente antes de enviar uma mensagem. Esteja atenta.

10. Não escreva nada num e-mail que não deseje que o seu patrão saiba. A maioria das empresas monitorizam-nos e os tipos da cave frequentemente recebem ordens para os armazenar durante um determinado período de tempo. Por vezes os computadores das empresas estão programados para detetar palavras menos próprias e conversas anti-empresa, por isso tenha cuidado.

Republished by Blog Post Promoter

176 Ficar por cima - Ficar por cima

Ficar por cima

Sendo uma mulher moderna, confiante e justa, trata todas as pessoas de igual forma – até elas lhe fazerem mal. Então precisa de as pôr no seu lugar. Não seja cruel, apenas deve certificar-se de que não magoam mais ninguém.

1. Aja com decoro – isto deve fazê-la sentir-se satisfeita mesmo que esses idiotas estejam a tentar fazê-la sentir-se mal consigo mesma.

 

2. Tente não chorar, tremer nem fugir. Isso constituirá uma pequena vitória para os socialmente ineptos.

3. Não retalie. Quando alguém se intromete, ridiculariza, diz uma piada má ou arrota, ele quer que as pessoas reajam – é daí que retira a sua força. Ignore-o.

4. Se ocorreu algum desentendimento (injúrias, empurrões, etc), imponha-se educadamente, com calma e diplomacia. Informe a pessoa de que o seu comportamento a aborreceu.

5. Se mesmo assim ela não corrigir o seu comportamento, mude de jogo. “É incrível! Deve ter imensa piada ser-se assim tão ofensivo e mal-educado, mas nunca se sente culpado?” Mantenha o tom de voz normal, como se estivesse genuinamente interessada – e que pode a pessoa dizer? Mesmo que a ignore, todas as pessoas que a ouviram apreciarão a sua coragem.

6. Combata o fogo com o fogo, se for necessário. Se o senhor Arrogante a está a aborrecer, exiba-se o dobro (desde que as outras pessoas que a ouvem saibam o que está a fazer). Se o senhor Idiota se recusa a falar consigo, não o ajude: olhe para ele sem expressão até ele dizer alguma coisa.

Republished by Blog Post Promoter

07 Chefes - Chefes

Chefes

Seja sempre tão formal quanto possível até estar familiarizada com o território. Deixe-os passar à sua frente e nunca assuma que pode imitar o comportamento de outro colega.

Republished by Blog Post Promoter

102 Pedido - Pedido

Pedido

Os menus servem para nos guiarmos. Se não sabe o que é um ingrediente nem ao que uma determinada mistura sabe, pergunte ao empregado. Ele pode até chamar o chefe para explicar. O restaurante também deve aconselhá-la nos pratos especiais antes de fazer a sua escolha. Se o menu estiver noutra língua e o seu vocabulário de escola não a ajudar, é perfeitamente admissível pedir uma tradução. O mais provável é que, se eles tivessem um menu na sua língua, tê-lo-iam entregue quando se sentou.

Chame o empregado para fazer o seu pedido apenas quando todos tiverem decidido o que querem. Comer fora é um prazer e as pessoas não gostam de ser apressadas para fazerem as suas escolhas. Fechar o seu menu é o código internacional para dizer que está pronta para fazer o pedido, faça isso.

Peça sempre alguma coisa. Não há nada pior que sair para jantar ou partilhar uma refeição com alguém que afirma “Não tenho fome. Vou só provar o teu prato.” Nem pense nisso…
Encomende a sua própria refeição, querida! Com demasiada frequência, as pessoas viram a cara (e são mulheres em 99% das vezes), depois devoram tudo quando ninguém está a olhar. Isto não é justo para as pessoas que estão famintas.

Como em tudo, a regra número um é: em caso de dúvida, pergunte. Não se preocupe se quiser trocar alguns dos ingredientes – mas não faça o mesmo que a Meg Ryan, dando ao empregado
uma lista de pedidos, porque parecerá demasiado exigente. No entanto, se sofrer de alguma alergia, esta é a altura ideal para ver se está tudo conforme deseja.

Não é considerado de bom-tom pedir uma entrada quando os outros desejam passar imediatamente para o prato principal. Eles terão de ficar a olhar para si como órfãos na montra de uma loja de doces. Se está faminta, peça uma salada para acompanhar o seu prato ou peça aos outros que a acompanhem num prato de aperitivos.

Se não tem muita fome, experimente combinar duas entradas em vez de uma entrada e um prato principal. Os restaurantes não se importam com isso, especialmente se o resto da mesa jantar normalmente. No entanto, nunca deve pedir dois pratos principais – isso é ser guloso. E limite também outros pedidos… ninguém precisa de quatro ou cinco extras. Tem mais olhos que barriga.

Se encomendou um prato exigente e não sabe como comê-lo, pergunte. A maioria dos empregados ajuda as pessoas que estão em dificuldades.

Tente deixar um intervalo de 20 minutos entre cada prato para ficar satisfeita, ficar sóbria e arranjar espaço para a sobremesa. A não ser que o restaurante tenha uma hora de fecho obrigatória, você está de acordo com a etiqueta e pode reclinar-se e relaxar.

Republished by Blog Post Promoter

Time executed 0 seconds