Categories
Recent Posts

Blog

108 Pessoal

O pessoal

Como chamar educadamente a atenção de um empregado? Primeiro, seja paciente. O charme de atrair a atenção de alguém está na subtileza, por isso, não se zangue se não funcionar nas primeiras tentativas. E lembre-se, muitos empregados são atores e modelos na reforma, por isso estão habituados a ser olhados – pensarão que você é mais uma fã. Em tais casos experimente levantar as sobrancelhas. Se após a quinta tentativa ainda está a ser ignorada, afaste a sua cadeira ligeiramente e diga “Se faz favor” quando eles passam ali perto. Nunca use a força física e nunca grite “Pssst”. Se já está à espera da sua conta há mais de 30 minutos, levante-se e vista o casaco. Eles vêm a correr.

Os pratos não devem ser levantados até que a última pessoa termine a sua refeição pousando os talheres. É muito mau os empregados andarem a tirar pratos quando você está a tentar comer e a conversar. Não é grosseiro da sua parte pedir-lhes que esperem e voltem dez minutos mais tarde.

Reclamar por um mau serviço é um direito seu, mas deve ser levado a cabo calma e educadamente. Algumas pessoas preferem demonstrar a sua insatisfação deixando uma gorjeta miserável (ou mesmo nenhuma), mas isso pode ser confundido com “sovinice”. Se tem uma verdadeira reclamação (a comida estava fria, o serviço foi lento, o pedido veio errado), explique que foi paciente mas que está extremamente desapontada. Saiba o que quer obter – um pedido de desculpas, bebidas por conta da casa, uma refeição gratuita – e peça-o. Se, tendo-se mantido calma, achar que o restaurante não lhe quer pedir desculpa nem está disposto a compensá-la, avise-os que vai levar a reclamação até ao jornal local e a uma autoridade sanitária. Consulte a categoria “Lidar com os rudes e os indesejáveis” para mais conselhos nesta área.

0