Categories
Recent Posts

Blog

167 Ano Novo

Pesadelos da noite de Ano Novo

A noite da passagem de ano traz consigo muita pressão para se ser sociável, divertida e ébria. Mas se não está com disposição para isso, em vez de acabar com a diversão dos outros, admita a derrota e fique em casa. Fique-se pelos restos do Natal. As estações de televisão parecem guardar os melhores programas para a noite de ano novo, vá-se lá saber porquê, por isso fica bem. Ou faça um jantar para poder beber champanhe e comemorar no conforto da sua casa ou convide um amigo (desde que tenha um quarto de hóspedes) para fazer uma festa em casa.

Se for solteira, quererá estar com pessoas solteiras, e elas provavelmente não estarão em nenhum dos lugares acima mencionados. Arranje bilhetes para festas com antecedência. Reserve um táxi numa empresa em que confie, pague com antecedência, se puder, e dê uma boa gorjeta. Não quer que o seu taxista se sinta tentado a ir a outro lado. Coma e vá à casa de banho antes de sair – as filas e os preços chocam a maior parte das pessoas.

Onde quer que esteja, taça da meia-noite um momento especial – é realmente mau estar deitada quando soam as doze badaladas. Ou sozinha. Junte-se ao círculo que se formou a cantar (não dance sozinha no centro do círculo) ou mime as palavras como se soubesse o que está a dizer. Beije toda a gente que esteja perto de si – aos estranhos também – mas não se sinta obrigada a dar-lhes muitos abraços. Se está com alguém especial – um amigo íntimo ou companheiro-— gaste um minuto tão perto da meia-noite quanto possível para lhe desejar um bom ano.

0