Categories
Recent Posts

Blog

Quando, onde...

Quem, onde, o quê e quando…

Antes de concordar (ou ser forçada) a ir a algum lado, saiba quem vai lá estar e qual o tipo de ocasião. Se está cansada, no período pré-menstrual ou sem vontade, por vezes é melhor não ir a um local repleto de estranhos que tem de impressionar. Para fazer ‘boa conversa’ tem de se estar a sentir sociável e relativamente confiante. Os seguintes eventos podem ser esgotantes, especialmente se estiver nervosa:

♦ Obrigações profissionais: um jantar de trabalho pode ser uma boa altura para mostrar ao seu patrão que você é maravilhosa, mas pode tornar-se uma longa noite se estiver com clientes aborrecidos ou pessoas tagarelas.

♦ Obrigações familiares: não é tão mau se se têm visto recentemente. Se não, será uma dor de cabeça tentar lembrar os nomes de todos os filhos, netos, etc.

♦ Festas: se é solteira, estará nervosamente a antecipar uma noite de namoricos e possível romance. Se está acompanhada, estar numa sala em que todos estão a rondar pode ser deprimente e chato (a conversa intelectual está fora de hipótese). A música também pode tornar a conversação impossível, assim como o álcool depois da meia-noite.

♦ Jantares: sendo a mulher moderna, educada e socialmente aceite que você é, sem dúvida a anfitriã colocou-a ao lado da mulher dolorosamente tímida ou da boçal malcriado com quem ela sabe que só você pode lidar. Triste, mas verdadeiro-— se você é maravilhosa, por vezes a vida obriga-a a lidar com o pior a nível social.

0