Isso é fácil – tudo se resume a RESPEITO. Descubra o que significa para si e para os outros quando é visita na casa de outras pessoas. Sinta-se em casa, claro – ninguém quer uma pessoa muito formal e desconfortável na sua sala – mas trate a casa das outras pessoas como o castelo delas e viva consoante as suas regras.

152 Turista acidental - Turista acidental

Turista acidental

Quando visita amigos, os acidentes acontecem mesmo que você seja muito cuidadosa e sóbria. Por isso, se alguma vez partir ou manchar alguma coisa em casa de outras pessoas, seja honesta, faça tudo para melhorar a situação e ofereça-se para reembolsar os danos. O mesmo se aplica a queimaduras de cigarro (se for fumadora, fique no exterior ou perto de um cinzeiro).

Republished by Blog Post Promoter

151 Verdade nua e crua1 - A verdade nua e crua

A verdade nua e crua

Ser apanhada nua é mortificante. Agarre numa toalha de mesa, num casaco, num guardanapo, qualquer coisa para esconder a sua modéstia. Se não tiver nada à mão, adopte a posição de pernas ligeiramente dobradas e agache-se e use ambas as mãos para cobrir o peito. Grite: “Por favor, vire-se”, saia e depois peça desculpa quando estiver vestida. Se apanhar o anfitrião ou a anfitriã nus, fuja imediatamente sem rir e não fale do incidente exceto se eles se lhe referirem.

Republished by Blog Post Promoter

143 Manhã seguinte - O exercício da manhã seguinte

O exercício da manhã seguinte

Após uma noite agradável, deve enviar um e-mail, um telefonema, uma carta ou um ramo de flores, dependendo do tempo que lá passou. Isto ajudará o anfitrião a perceber que valeu a pena… quando ficaram com uma montanha de pratos sujos e uma sala que cheira a bar.

Republished by Blog Post Promoter

141 Convidad - Ser convidada

Ser convidada

Seja agradável em todas as ocasiões para que o seu anfitrião ou anfitriã considere a sua companhia divertida em vez de irritante.

As coisas chave a lembrar são:

♦ Não faça visitas surpresa – as pessoas podem estar doentes, a dormir ou a copular.

♦ Não chegue meia hora mais cedo nem meia hora mais tarde sem um telefonema de aviso.

♦ Leve um presente, mesmo que não vá jantar. As pessoas têm de a alimentar e de lhe dar de beber mesmo que só fique uma hora, por isso ofereça algo em troca. Pode ser algo tão simples ou barato como uma bonita fotografia ou um pacote de bolachas.

♦ Não peça a colegas ou pessoas que conhece há menos de um ano que a aturem por algumas noites – é uma grande imposição.

♦ Não insulte a casa de outra pessoa. Mesmo algo tão subtil como “eu não teria escolhido estas cores” é extremamente indelicado.

♦ Não se sirva de comida ou de bebida senão quando estas lhe forem oferecidas.

♦ Não meta o nariz em pertences privados nem entre quarto de ninguém.

Republished by Blog Post Promoter

154 festa amigos - Festas de amigos

Festas de amigos

Por vezes, ser convidada de amigos íntimos não significa ser-se apaparicada nem mimada. Claro que está na festa deles, mas já se tornou quase uma peça da mobília, o seu copo vazio e o estômago a dar horas passam despercebidos e você deseja gritar: “Sou amiga, tirem-me daqui!”

♦ Cumprimente todas as pessoas que conhece e saia calmamente sem se despedir. Eles sabem que a viram mas não se lembram quando.

♦ Aja como se estivesse embriagada. Todos ficam satisfeitos quando uma louca que fala com as palavras enroladas e que se cospe resolve ir para a cama.

♦ Mande uma mensagem a um amigo e peça-lhe para lhe telefonar com uma falsa emergência. Dirija-se ao centro do grupo de amigos e faça um grande espalhafato quando receber o telefonema.

♦ Culpe um péssimo patrão, um severo professor de ginástica ou um novo bebé (se tiver algum) por a fazer andar cansada e mal preparada para o dia seguinte. Depois saia. Todas as mulheres compreendem.

♦ Pode sempre apoiar-se na clássica dor de cabeça se a música estiver muito alta.

 

Republished by Blog Post Promoter

150 Humor casa de banho - Humor de casa de banho

Humor de casa de banho

Sujar a casa de banho pode fazê-la corar. Nenhum convidado deixaria marcas na casa de banho de outra pessoa. Primeiro verifique se existe uma escova: agradeça aos céus se houver alguma e prepare-se para um mau bocado se não existir nenhuma. Arme-se com bastante papel higiénico, puxe o autoclismo pela segunda vez e esfregue violentamente enquanto tapa o nariz com a outra mão.

Republished by Blog Post Promoter

Time executed 0 seconds