Existem poucos prazeres na vida melhores do que acolher os amigos e as pessoas amadas em nossa casa e anunciar que “mi casa es su casa”. É tão divertido mostrar a sua generosidade, dons culinários e a decoração. Mas são necessárias mais do que algumas garrafas de vinho para que as pessoas se sintam à vontade em sua casa.

125 Convidados que abusam - Convidados que abusam da hospitalidade

Convidados que abusam da hospitalidade

É divertido ser-se sociável, mas mesmo a mais altruísta das deusas domésticas aprecia algum descanso de vez em quando. Os amigos que insistem em ficar são um pesadelo. Por quanto tempo devem eles permanecer em nossa casa?

Se convida pessoas para jantar, é perfeitamente aceitável oferecer uma última rodada dc cafés às 23 horas num dia de semana e à meia-noite ao fim-de-semana. Claro que, se a conversa ainda está animada e se sente acordada, encoraje os seus amigos a ficar enquanto eles quiserem. Se está a bocejar desde a meia-noite mas os seus convidados ainda estão animados às 2 horas da manhã, vista o pijama ou dedique-se à sua higiene noturna.

Se convidou as pessoas para passar a noite, certifique-se de que tem um bom pequeno-almoço para elas – e alguns jornais também seria bom. Não as acorde, exceto se precisar de ir a algum lado urgentemente ou se já passar do meio-dia. Quando elas acordarem, mostre-lhes como funciona o chuveiro, etc, depois prepare o café, as torradas e outras delícias. Os convidados educados sairão pouco depois.

Se os seus convidados não mostram sinais de se mexer, deixe dicas sobre o dia ocupado que tem pela frente. Se eles continuarem sentados preguiçosamente no sofá à tarde, peça-lhes para saírem. Não tem de ser indelicada – de facto, pode lamentar-se de não poder ficar sentada a conversar o dia todo porque a roupa não se lava sozinha.

Se as pessoas pedem para ficar durante algum tempo, estabeleça uma data e faça-as cumprir. E lembre-se de que pode sempre recusar – a sua casa é o seu santuário. Estabeleça regras logo que as pessoas chegam, arranje chaves sobressalentes para que não tenham de andar sempre uns atrás dos outros e aceite ofertas razoáveis de ajuda financeira ou doméstica. Isso fará com que ambos tenham pouco de que se ressentir quando começar a arrepender-se de ter uma porta sempre aberta. Sem nos apercebermos, ter pessoas em casa – mesmo familiares – põe-nos sob muita pressão, por isso não se sinta mal por dizer que não lhe convém. E lembre-se, a sua família é só sua. O seu companheiro não estará tão pronto a partilhar a casa com a sua irmã como a leitora.

Republished by Blog Post Promoter

140 Quando a festa acaba - Quando a festa acaba

Quando a festa acaba

Dê a si mesma alguns dias para recuperar – não aceite convites para almoçar ou jantar no dia seguinte. Você merece descansar, tomar um longo banho de espuma e uma caixa de chocolates enquanto vê um filme romântico pela centésima vez. Nunca, no furor do momento, convide as pessoas novamente para a sua casa no dia seguinte para comerem aperitivos e conversarem. Mesmo que a festa tenha sido um grande êxito, não desejará ver os convidados pelo menos por uma semana.

As únicas tarefas a realizar são limpar o local (contrate ajuda se estiver sozinha) e telefonar às pessoas para agradecer por trazerem comida, iluminação, música, etc. Quando tudo isso estiver feito, desligue o atendedor de chamadas. Os seus amigos bem-educados telefonar-lhe-ão para lhe dar os parabéns, mas é altura de recuperar antes de falar com eles. No entanto, se alguém telefonar com uma afirmação irónica, não a leve a sério. Se eles forem grosseiros sobre as suas capacidades de receber, responda: “Mal posso esperar para ser convidada para tua casa, porque certamente será fantástico.” Se forem indelicados por causa de outro convidado, diga: “É uma pena sentires-te assim, eles disseram maravilhas de ti…” E, lembre-se, a satisfação vem do facto de não ser rude para a pessoa rude.

Republished by Blog Post Promoter

135 Aborrecer - Se os seus convidados a estão a aborrecer…

Se os seus convidados a estão a aborrecer…

♦ Ponha os bêbedos a dormir ou chame um táxi para os levar a casa – eles não se lembrarão das palavras severas que lhes disse e provavelmente telefonarão na manhã seguinte para se desculparem.

♦ Sorria aos convidados que apareceram sem trazer nada e agradeça ao Senhor por você não ser tão ingrata – mas não lhes diga nada.

♦ Quando dois convidados começam a discutir, neutralize a situação oferecendo outra rodada de bebidas ou sugerindo que todos mudem para outra sala, depois sente-se entre os dois e mude de assunto.

♦ Convidados que chegam tarde são aborrecidos, quando preparou comida – não espere pelos atrasados até ter o jantar arruinado. As pessoas educadas telefonam e informam a que horas devem chegar e também compreendem se começar o jantar sem elas.

♦ Quase tão mau, são os convidados que chegam demasiado cedo – sente-os com o telecomando na mão e alguns aperitivos enquanto continua a preparar o jantar ou aceite a sua oferta de ajuda, se eles não a empatarem.

Republished by Blog Post Promoter

128 Lista - Lista de convidados

Lista de convidados

Quando se é anfitriã de uma noite íntima, é importante fazer uma lista de convidados cuidadosa para que todos se sintam bem. Se dois amigos tiveram um discussão seria não os convide para a mesma noite – estará demasiado ocupada para fazer de pacificadora. Além disso, pense como se divertirá mais: tente, talvez, equilibrar dois colegas mais enfadonhos que terá de entreter com velhos amigos divertidos que sabe que são sociáveis e animados – eles retirarão a pressão de cima de si. Outras sugestões:

♦ Se gosta de uma noite descontraída, convide só as pessoas que conhece bem.

♦ Evite convidar três casais que se conhecem bem e depois duas outras pessoas – o novo par sentir-se-á posto de parte e aborrecido até às lágrimas pelas histórias do seu grupo. No entanto, tenha fé nos seus colegas.

♦ Nunca entre excessivamente em pânico por sentar um fascista (conhece algum?) ao lado dc um socialista – pode ser uma noite interessante.

♦ Avise os outros convidados se existirem assuntos que eles não devem mencionar, isto é, alguém enviuvou, divorciou-se ou perdeu um filho recentemente.

Republished by Blog Post Promoter

138 Festa em casa - A melhor festa de sempre

A melhor festa de sempre

Seja original e o seu feito será objeto de lenda. Pense em servir o pequeno-almoço (algo simples como rolos de toucinho fumado) aos convidados mais cansados por volta da meia-noite ou arranje fogo-de-artifício.

Faça sacos de festa repletos de balões, fitas, chapéus e línguas de sogra. Contrate um artista – um comediante ou um imitador. Deixe folhas com pedidos de músicas ao DJ nas mesas dos convidados para que eles pensem que controlam a música. Cubra o teto com luzes coloridas e coloque brilhantes nas mesas.

Deve haver um fácil acesso às bebidas, às casas de banho e ao exterior.

As flores serão um desperdício de dinheiro numa atmosfera cheia de fumo e escura, por isso é melhor gastar o dinheiro em esculturas de gelo ou quedas de água. Alugue copos coloridos e espalhe copos misturadores para os convidados poderem experimentar.

Republished by Blog Post Promoter

123 Mau convidado - Um convidado que vai demasiado longe

Um convidado que vai demasiado longe

A sua hospitalidade não se deve estender a telefonemas de longa distância, à pilhagem do seu armário de bebidas, à presença de substâncias ilegais em sua casa, a estranhos vagueando pela casa a meio da noite ou a favores sexuais. Geralmente os convidados devem sentir-se cm casa mas não agir como se estivessem na casa deles. É tudo uma questão de respeito.

Republished by Blog Post Promoter

Time executed 0 seconds