Posts

167 Ano Novo - Pesadelos da noite de Ano Novo

Pesadelos da noite de Ano Novo

A noite da passagem de ano traz consigo muita pressão para se ser sociável, divertida e ébria. Mas se não está com disposição para isso, em vez de acabar com a diversão dos outros, admita a derrota e fique em casa. Fique-se pelos restos do Natal. As estações de televisão parecem guardar os melhores programas para a noite de ano novo, vá-se lá saber porquê, por isso fica bem. Ou faça um jantar para poder beber champanhe e comemorar no conforto da sua casa ou convide um amigo (desde que tenha um quarto de hóspedes) para fazer uma festa em casa.

Se for solteira, quererá estar com pessoas solteiras, e elas provavelmente não estarão em nenhum dos lugares acima mencionados. Arranje bilhetes para festas com antecedência. Reserve um táxi numa empresa em que confie, pague com antecedência, se puder, e dê uma boa gorjeta. Não quer que o seu taxista se sinta tentado a ir a outro lado. Coma e vá à casa de banho antes de sair – as filas e os preços chocam a maior parte das pessoas.

Onde quer que esteja, taça da meia-noite um momento especial – é realmente mau estar deitada quando soam as doze badaladas. Ou sozinha. Junte-se ao círculo que se formou a cantar (não dance sozinha no centro do círculo) ou mime as palavras como se soubesse o que está a dizer. Beije toda a gente que esteja perto de si – aos estranhos também – mas não se sinta obrigada a dar-lhes muitos abraços. Se está com alguém especial – um amigo íntimo ou companheiro-— gaste um minuto tão perto da meia-noite quanto possível para lhe desejar um bom ano.

166 Presentes - Quanto dinheiro deve gastar em presentes?

Quanto dinheiro deve gastar em presentes?

Antigamente os presentes eram simples lembranças de amor e amizade. Nesta época de publicidade e de consumo em que vivemos, parecemos todos obcecados com o preço das coisas. Não queremos apenas receber os maiores presentes da árvore como também os queremos oferecer. Mas dar presentes não deverá ser preocupante se seguir estas orientações:

♦ Gaste apenas o que puder. Ninguém quer que fique com dívidas por causa de outras pessoas.

♦ Não se sinta embaraçada por impor um limite – é melhor se todos concordarem cm gastar apenas uma determinada quantia.

♦ Lembre-se do ano passado. O que é que cada pessoa lhe ofereceu? O que lhes ofereceu? Sentiu-se “sovina” ou extravagante? Escolha o presente de cada um de acordo com o ano passado.

♦ Tente não competir com os muito ricos.

♦ Concorde em fazer um pacto com alguns amigos de oferecerem presentes – ambos ficarão gratos.

♦ Gaste mais ou menos o mesmo com irmãos e com pais, para evitar comentários.

♦ Algumas pessoas – especialmente os adolescentes – normalmente preferem/precisam de dinheiro ou de cheques-prenda. Não lhes ofereça algo que eles nunca hão-de usar só porque os cheques e o dinheiro são impessoais,

♦ Se comprar um presente com cuidado, atenção e carinho, o preço não importa.

♦ Guarde os recibos e ofereça-os às pessoas depois de elas abrirem os seus presentes – especialmente quando comprar roupa ou joalharia.

♦ Se realmente odeia um presente que recebeu mas as pessoas que lho deram adoram o seu presente, agradeça a Deus pelo seu bom gosto e fique feliz por as ter feito felizes. Não dê só a pensar em receber.

43 Três é demais - Três são demais?

Três são demais?

Ter um melhor amigo é mais fácil socialmente do que lidar com números ímpares. Por isso não fique aborrecida se tem dois amigos e eles decidem fazer algo sem o seu envolvimento. Todos vocês têm interesses e horários diferentes, não têm? Dito isto, não significa que os seus sentimentos não devam ser tidos em consideração. Se eles decidirem ir ao cinema juntos, você deve ser convidada para ir ao concerto na semana seguinte. Certifique-se que se juntam os três regularmente – e que os arrelia de igual forma.

Da mesma forma, se não partilha interesses sociais com um amigo, procure ceder de vez em quando. Talvez eles façam o mesmo e vejam aquele combate de luta livre consigo!

Mas se está sozinha sem um companheiro de crime, aprecie a solidão e siga a corrente. Desde que se sinta segura como uma mulher moderna, poderá sentir-se confortável em sociedade. Não existe nenhum  estigma em sentar-se sozinha num café a ler um livro ou mesmo, sim, ir ao cinema e pedir apenas um bilhete.

139 Festa - Dar uma grande festa em casa

Dar uma grande festa em casa

Bolas! Nunca deu uma festa em grande… O que pode fazer?

♦ Se vêm muitas pessoas que não se conhecem, estabeleça um tema. Faça uma decoração na casa (haverá muito sobre o que falar) ou insista em roupas estranhas (haverá muito sobre o que rir). Os temas populares são: anos oitenta, toga, mau gosto, prostitutas e padres (sim, ainda são famosas), super heróis, venha mascarado da coisa que mais gosta.

 

♦ Dê um objetivo à sua festa: dia das bruxas, o seu aniversário, Natal… Dessa forma, todos saberão o que esperar.

♦ Invista, peça emprestada ou alugue uma iluminação interessante – as pessoas estão mais inclinadas a dançar com luzes de discoteca ou com uma bola de espelhos refletida no chão.

♦ Prepare a música com antecedência. Se contratou um DJ ou música ao vivo indique-lhes o que é obrigatório tocar e o que não devem tocar. Se está a fazer cassetes/listagens, arranje a maior variedade possível, por isso não faça uma seleção de músicas lentas (fará lembrar todos os pesadelos de odiadas discotecas no liceu). Mantenha a música com ritmo, não deixe que haja grandes intervalos entre músicas e evite as músicas que odeia. Afinal, a festa é sua.

♦ Certifique-se de que existe muito papel higiénico nas casas de banho.

♦ Tenha os números dos táxis locais à mão para quando os convidados desejarem sair.

♦ Haverá sempre algumas pessoas que bebem um copo a mais… Tente livrar-se delas antes de começarem a gritar ou a lutar. Deite-as na cama, mande-as para dentro de um táxi ou leve-as lá fora para falar com elas e dar-lhes um copo de água. Tenha sempre alguns amigos sensíveis em quem possa confiar para a ajudar.

♦ A comida não é uma preocupação em festas destas – algumas tigelas com nachos, frutos secos e aperitivos devem chegar. Chupa-chupas e doces constituem uma alternativa divertida.

♦ Coloque as bebidas perto da pista de dança – as pessoas juntam-se sempre perto das bebidas, e é por essa razão que a cozinha é sempre o local mais concorrido.

♦ Falta-lhe espaço para refrigerar as bebidas em casa? Encha a banheira com gelo e deixe-as lá.

154 festa amigos - Festas de amigos

Festas de amigos

Por vezes, ser convidada de amigos íntimos não significa ser-se apaparicada nem mimada. Claro que está na festa deles, mas já se tornou quase uma peça da mobília, o seu copo vazio e o estômago a dar horas passam despercebidos e você deseja gritar: “Sou amiga, tirem-me daqui!”

♦ Cumprimente todas as pessoas que conhece e saia calmamente sem se despedir. Eles sabem que a viram mas não se lembram quando.

♦ Aja como se estivesse embriagada. Todos ficam satisfeitos quando uma louca que fala com as palavras enroladas e que se cospe resolve ir para a cama.

♦ Mande uma mensagem a um amigo e peça-lhe para lhe telefonar com uma falsa emergência. Dirija-se ao centro do grupo de amigos e faça um grande espalhafato quando receber o telefonema.

♦ Culpe um péssimo patrão, um severo professor de ginástica ou um novo bebé (se tiver algum) por a fazer andar cansada e mal preparada para o dia seguinte. Depois saia. Todas as mulheres compreendem.

♦ Pode sempre apoiar-se na clássica dor de cabeça se a música estiver muito alta.

 

127 Convidar - Convidar

Convidar

Quando convida pessoas para uma reunião social, certifique-se de que as avisa apropriadamente (exceto se for uma festa informal), pergunte-lhes se têm alergias a algum alimento (anote o que eles não podem comer se está a planear com muito tempo de antecedência), confirme o código do vestuário, a hora de chegada e a hora do jantar (ou seja, chegada às 19h30 e jantar às 20h00) e as pessoas que convidou – especialmente se tiver convidado um ex-presidente, uma super modelo ou uma estrela pop que quer exibir.

Para jantares, é normal convidar-se as pessoas pessoalmente ou por telefone e dar-lhes alguns dias para verificarem as suas agendas antes de confirmarem.

Se deseja enviar convites pelo correio, coloque “RSFF” no fundo dos convites e persiga as pessoas caso elas não tenham confirmado após duas semanas – só para o caso de se terem esquecido aparecerem quando não são esperadas e terem de comer feijões com torradas.