Posts

163 Natal com a família - Devemos passar o Natal com a família?

Devemos passar o Natal com a família?

A maioria das crianças tem um sentido de lar quando se trata do Natal até elas terem também os seus próprios filhos. No entanto, pode fazer algo em sua casa. Seria mais preocupante viajar com o seu companheiro e amigos – e normalmente também mais barato – do que passar o Natal com a sua família. Mas é importante lembrar os sentimentos da sua família, por isso…

♦ Faça uma mini-festa de Natal antes ou depois para trocar presentes.

♦ Telefone de manhã para lhes desejar um bom dia.

♦ Dê-lhes o máximo de tempo de avisos possíveis.

♦ Não esteja constantemente a falar do seu Natal moderno, tranquilo e sem stress. Provavelmente a sua mãe está na cozinha com a mão enfiada dentro de um peru.

♦ Se se divertiu, sugira ir para fora com a sua família no próximo ano.

♦ Não os evite durante muitos anos seguidos. Eles ficarão paranóicos.

♦ Tenha consideração. Tente ir a casa se tem um irmão ou irmã que terá de levar com toda a família se você desaparecer.

Para muitos casais, dividir o tempo entre pais e sogros é o maior problema nesta altura do ano. Quando se é jovem, livre e descomprometida, automaticamente se assume que irá passar o dia de Natal com os seus pais. Depois conhece-se outra pessoa e os pais dele pensam o mesmo. As mães começam a perguntar em Setembro o que vamos fazer, ambas nervosas por a outra mãe ser a contemplada. O mesmo acontece frequentemente a filhos de pais divorciados. Você pode:

♦ Passar a noite de Natal com uns e o dia de Natal com outros.

♦ Não passar com nenhum deles. Apreciem o facto de estarem um com o outro e façam as visitas quando lhes apetecer, no dia a seguir ao Natal ou talvez no dia de Ano Novo.

♦ Separarem-se – deixá-lo passar o dia com os pais dele enquanto você o passa com os seus. É uma pena, mas acaba com o ciúme entre pais e sentir-se-á mais confortável e saberá o que esperar. Você não quer desperdiçar um Natal com estranhos que fazem tudo de maneira diferente. Se estão na mesma cidade, podem sempre encontrar-se quando os parentes tiverem adormecido em frente à televisão.

♦ Ver ambos os pais. Não estou a falar em comer dois perus, mas em almoçar num lado e jantar no outro. Eu e o meu marido achamos que este é o melhor método: o almoço é muito importante em casa dos meus pais por isso estamos lá até às 17h00, altura em que vamos para casa dos pais dele onde beber, fazer jogos e jogos de bebidas são muito importante.

♦ Convide todos para sua casa – dessa forma, eles podem vê-la, se quiserem. No entanto, a sua casa provavelmente é pequena, você não é uma cozinheira muito experimentada e as famílias podem não se dar bem. Guarde esta opção para quando estiver mesmo farta de os ouvir.