Todos nós já nos sentimos intimidados uma ou outra vez quando fomos comer fora. Quer confrontados com um empregado especialmente grosseiro, quer com comida horrível ou um menu ilegível, e a incerteza sobre a forma correta de nos comportarmos não é invulgar.
O meu primeiro conselho é que escolha sempre um local em que você e os seus companheiros se sintam confortáveis. Não estou só a falar do código de vestuário e da conta bancária — vale também a pena assegurar-se de que todos na sua festa se sentem bem. Por exemplo, verifique com antecedência se existem opções vegetarianas, cadeiras mais altas para crianças, pratos para quem tenha alergias e até a proximidade de um parque de estacionamento, se alguém do seu grupo sofrer de problemas de mobilidade.
Uma importante verdade a lembrar é que ambientes descontraídos ou baratos não significam automaticamente que a comida e o serviço sejam maus, longe disso. Da mesma forma, frequentemente os estabelecimentos mais pretensiosos não têm desculpa para se comportar mal. Tendo dito isto, se deseja fazer algo com um pouco de estilo ou arruinar a conta bancária, não hesite. O seu dinheiro é tão bom como o dos outros. Vá e aja com confiança. Peça às pessoas em quem confia recomendações antes de tomar a sua decisão.

100 Como reservar uma mesa - Como reservar uma mesa

Como reservar uma mesa

Lembre-se de que você é o cliente. Não se deixe abalar por uma voz arrogante, mesmo quando telefona para o restaurante mais procurado da cidade para fazer uma reserva. Eles precisam mais de si que você deles. Como pode ter a certeza de obter uma boa mesa?

♦ Reserve pelo menos com duas semanas de antecedência.

♦ Não convide mais de oito pessoas.

♦ Marque o jantar para antes das 20h30 ou depois das 22h30.

♦ Mencione o facto de ser uma ocasião especial.

♦ Finja ser uma celebridade, uma jornalista ou uma relações públicas. Parece tolice, mas, se estiver desesperada, finja ser o seu próprio advogado – sempre impressiona.

♦ Diga que pode ser em fumadores ou não fumadores, isto é, seja flexível, desde que os convidados não se importem.

♦ Evite as quintas, sextas e sábados.

♦ Peça que enviem o menu por fax ou e-mail – desta forma, pode verificar os pratos e os preços antes de tomar a sua decisão.

Republished by Blog Post Promoter

103 Comer sem embaraço - Como comer sem embaraços

Como comer sem embaraços

A comida está a chegar, por isso é tempo de estabelecer algumas regras básicas. Quer esteja a tomar chá no “Ritz” ou tenha ido a uma cadeia de hambúrgueres, determinados níveis de decoro devem ser tidos em conta em todas as ocasiões. Isto não tem nada a ver com ser fina ou elegante e tem tudo a ver com não provocar vómitos nas pessoas que a rodeiam.

Embora os conselhos das páginas que se seguem sejam sobre etiqueta em restaurantes, muitas das sugestões são igualmente apropriadas quando se é convidada para ir a casa de alguém ou quando é você a anfitriã. Onde quer que esteja:

♦ Não fale com a boca cheia.

♦ Não cuspa nada nem faça sons estranhos se não gostar da comida. Seja discreta.

♦ Não tire comida do prato dos outros exceto se eles acederem ou a encorajarem a experimentar algo.

♦ Não lamba os dedos.

♦ Não brinque nem escove o cabelo à mesa de jantar.

Republished by Blog Post Promoter

109 Pagar a conta - Pagar a conta

Pagar a conta

Se convidou amigos para um restaurante da sua escolha, deve assumir a despesa. Se sugeriu um local novo/favorito deve dividir a conta. De forma geral, a conta deve ser dividida em partes iguais. É tão mesquinho e avarento quando dois amigos discutem quem tomou ou não um café. Se está um pouco apertada de dinheiro e bebeu água toda a noite enquanto os seus amigos escolheram champanhe, mencione o assunto educadamente, explique a situação e peça para não pagar a conta das bebidas.

As contas não devem ser divididas consoante a riqueza e a pobreza de cada um – se não pode pagar um jantar num determinado local, sugira outro ou fique em casa. Os bons amigos compreenderão e alterarão o local. Nem deve sentir-se obrigada a pagar a conta de um amigo que resmunga por ganhar pouco, mesmo que você tenha acabado de ser aumentada. Se o fizer é porque é generosa, mas não deve sentir nenhuma pressão.

Se tem um amigo “sovina” que regularmente paga menos do que devia, não receie anunciar à mesa que não há dinheiro suficiente. Lembre todas as pessoas que terão de pôr algum dinheiro extra para a gorjeta e dar ao avaro uma desculpa para dar mais dinheiro. Alguns verdadeiros “sovinas” ignoram o seu pedido e permanecem à distância enquanto você pede o dinheiro, mas pelo menos tentou.

Regras para as gorjetas:

♦ 0% se a sua comida estava fria, atrasada, errada e o pessoal foi mal educado;

♦ 10% para um serviço razoável;

♦ 15% para um bom serviço;

♦ 20% para comida excelente, bons conselhos, instalações e serviço.

Depois de pagar a conta, não fique lá como se fosse proprietária da mesa. Um restaurante é um negócio. Se deseja permanecer sentada deve continuar a pedir bebidas ou outras coisas. Deve ter pelo menos 30 a 45 minutos por cada rodada de bebidas que pedir.

Republished by Blog Post Promoter

105 Começar - Começar

Começar

Se o pão já está colocado num prato ao seu lado antes de chegarem as entradas, pergunte às outras pessoas se elas se importam que vá começando. Use a faca de manteiga para cortar a manteiga e colocá-la no seu prato. Ofereça o prato com a manteiga à pessoa que estiver ao seu lado. Nunca corte o pão com a faca; em vez disso, use as mãos. Se o empregado vem com o cesto do pão, indique aquele que pretende e deixe-o colocá-lo no seu prato. Não ponha as mãos no cesto exceto se lhe disserem que o pode fazer. Pode tirar mais pão se lhe perguntarem se o deseja, mas não continue depois do prato principal ter sido servido, a não ser que esteja a comer mexilhão. Se o pão estiver duro, reclame. O pão deve ser saboroso.

Quando lhe é permitido começar a comer? Se a sua entrada ou prato principal for frio, deve esperar até que todos tenham sido servidos. Se escolheu um prato quente, as pessoas que estão consigo devem instigá-la a comer para que a refeição não arrefeça. Nunca comece a comer sem qualquer consideração pelos outros – especialmente se for convidada em casa de alguém e o cozinheiro ainda não se tiver sentado (excepto se ele o permitir).

Republished by Blog Post Promoter

107 Companheiros refeição - Os seus companheiros de refeição

Os seus companheiros de refeição

Já mencionámos os telemóveis, mas igualmente importante é resistir a fumar à mesa antes de pedir permissão aos seus companheiros, até que o prato principal já tenha sido recolhido ou que o empregado diga que já o pode fazer. Não há nada pior que uma nuvem de fumo a arruinar as suas últimas garfadas. Se for um restaurante para não fumadores, vá lá fora. Quaisquer que sejam as condições climatéricas.

 

As idas à casa de banho devem ser o mais controladas possível. Se for mais de duas vezes durante a refeição as outras pessoas pensarão que é incontinente, que abusa de substâncias ilegais ou que é vaidosa. Não vá à casa de banho no meio da refeição. Espere até os pratos terem sido retirados e vá no intervalo entre pratos. Nunca obrigue ninguém a ir consigo, mas avise as raparigas do local onde vai caso elas não saibam onde fica, queiram perguntar-lhe alguma coisa ou queiram pedir emprestado um batom/tampão/comprimido para a dor de cabeça.

Se o irrisório jantar ainda lhe deixou um buraco no estômago do tamanho do Grand Canyon, sugira a partilha de um prato de queijos ou empanturre-se de rebuçados e peça uma bebida cremosa. (Se ainda tiver fome quando chegar a casa, evite a comida pesada e arranje uma tigela de cereais ou torradas).

Republished by Blog Post Promoter

102 Pedido - Pedido

Pedido

Os menus servem para nos guiarmos. Se não sabe o que é um ingrediente nem ao que uma determinada mistura sabe, pergunte ao empregado. Ele pode até chamar o chefe para explicar. O restaurante também deve aconselhá-la nos pratos especiais antes de fazer a sua escolha. Se o menu estiver noutra língua e o seu vocabulário de escola não a ajudar, é perfeitamente admissível pedir uma tradução. O mais provável é que, se eles tivessem um menu na sua língua, tê-lo-iam entregue quando se sentou.

Chame o empregado para fazer o seu pedido apenas quando todos tiverem decidido o que querem. Comer fora é um prazer e as pessoas não gostam de ser apressadas para fazerem as suas escolhas. Fechar o seu menu é o código internacional para dizer que está pronta para fazer o pedido, faça isso.

Peça sempre alguma coisa. Não há nada pior que sair para jantar ou partilhar uma refeição com alguém que afirma “Não tenho fome. Vou só provar o teu prato.” Nem pense nisso…
Encomende a sua própria refeição, querida! Com demasiada frequência, as pessoas viram a cara (e são mulheres em 99% das vezes), depois devoram tudo quando ninguém está a olhar. Isto não é justo para as pessoas que estão famintas.

Como em tudo, a regra número um é: em caso de dúvida, pergunte. Não se preocupe se quiser trocar alguns dos ingredientes – mas não faça o mesmo que a Meg Ryan, dando ao empregado
uma lista de pedidos, porque parecerá demasiado exigente. No entanto, se sofrer de alguma alergia, esta é a altura ideal para ver se está tudo conforme deseja.

Não é considerado de bom-tom pedir uma entrada quando os outros desejam passar imediatamente para o prato principal. Eles terão de ficar a olhar para si como órfãos na montra de uma loja de doces. Se está faminta, peça uma salada para acompanhar o seu prato ou peça aos outros que a acompanhem num prato de aperitivos.

Se não tem muita fome, experimente combinar duas entradas em vez de uma entrada e um prato principal. Os restaurantes não se importam com isso, especialmente se o resto da mesa jantar normalmente. No entanto, nunca deve pedir dois pratos principais – isso é ser guloso. E limite também outros pedidos… ninguém precisa de quatro ou cinco extras. Tem mais olhos que barriga.

Se encomendou um prato exigente e não sabe como comê-lo, pergunte. A maioria dos empregados ajuda as pessoas que estão em dificuldades.

Tente deixar um intervalo de 20 minutos entre cada prato para ficar satisfeita, ficar sóbria e arranjar espaço para a sobremesa. A não ser que o restaurante tenha uma hora de fecho obrigatória, você está de acordo com a etiqueta e pode reclinar-se e relaxar.

Republished by Blog Post Promoter

Time executed 0 seconds