As boas maneiras diárias ajudam-na, no trabalho, no descanso e no lazer! Claro! Trabalhar não é só ganhar dinheiro – é também fazer novos amigos, melhorar o futuro, obter mais educação, impressionar os outros e sair de casa. Como podemos fazer tudo isso sem o apoio de alguém? Fácil…

74 Lidar com subordinados - Lidar com os subordinados

Lidar com os subordinados

Cuidar de uma equipa envolve diplomacia, simpatia, justiça e motivação. Encoraje o seu pessoal a trabalhar com afinco e recompense-os sempre que o fazem. Se a empresa não pode pagar aumentos de ordenado, invente as suas próprias iniciativas, como uma saída à noite ou um dia de férias nas termas. Evite ser paternalista – parta do princípio que a sua equipa é tão valiosa e inteligente como você, apenas com menos experiência ou com uma energia diferente, e lembre-se que nem todos gostam de ser líderes, por isso não pense que andam atrás do seu lugar. A maior parte do pessoal só quer alguém equilibrado com quem possa aprender. Se está a ter um mau dia, avise-os. Se um deles está a desapontá-la, saliente em que aspeto e dê-lhe tempo para melhorar. Os tiranos nunca prosperam.

Republished by Blog Post Promoter

72 Trabalho em rede - Trabalhar em rede

Trabalhar em rede

Bajular é visto como uma importante parte da moderna vida profissional. Suaviza o caminho a percorrer na carreira… e obtém as coisas mais depressa e mais baratas.

Não dêem graxa a todos, apenas aos que merecem. Isto fá-los-á pensar que são especiais e você se sente menos “sacana”.

O nepotismo ainda existe, embora seja desprezível, mas experimente criar uma rede feminina no trabalho para rivalizar com a dos homens. Sentir-se-á muito melhor.

Na realidade, a melhor forma de pertencer à rede é ser bem-educada e simpática para todos, porque aquela humilde rapariga ainda poderá, um dia, ser sua chefe. Não se junte somente aos que são seus superiores hierárquicos. Estenda a sua rede a todos.

Republished by Blog Post Promoter

75 Disciplinar - Disciplinar quem causa problemas

Disciplinar quem causa problemas

1. Faça-o em privado.

2. Tire notas antes de entrar, para que não possa ser contrariada nem apanhada desprevenida.

3- Peça a um membro do departamento dos recursos humanos para ir consigo, se achar que a situação se pode complicar.

4. Deixe-os falar e responder às suas perguntas.

 

5. Decida o que se deve fazer. O que devem eles mudar? Como o podem fazer?

6. Marque outra reunião para dali a uma semana/mês para verificar os progressos.

7. Registe os procedimentos com o seu chefe e o departamento de recursos humanos no caso de nada melhorar.

8. Não leve rancores ou preconceitos pessoais para o local de trabalho.

Republished by Blog Post Promoter

Segredos de sucesso - Segredos de sucesso

Segredos de sucesso

♦ Lembre-se que o trabalho é importante, mas não é tudo. Viva apenas do trabalho quando tudo o resto for mau ou a sua carreira necessitar de mais atenção. Não acorde um dia e perceba que abandonou os seus amigos e família na tentativa de ser milionária.

♦ Mantenha o seu CV atualizado à medida que a sua carreira vai progredindo. Compile CVs diferentes para empregos diferentes,

♦ Não seja agressiva nas entrevistas. Ninguém gosta de exibições, muito menos um futuro chefe que necessita de uma equipa unida.

♦ Tente não parecer muito irrequieta numa entrevista. E não se ria simploriamente ao responder a questões sérias. Mantenha o cérebro ligado à expressão facial em todas as ocasiões.

♦ Se não obteve nenhuma resposta duas semanas depois da entrevista, telefone ou envie um e-mail para saber se foi tomada alguma decisão. Não é de bom-tom o empregado mantê-la assim na incerteza.

♦ Não se sinta amargurada por ser assistente ou secretária – mesmo que saiba que tem capacidades para fazer um trabalho melhor que o seu chefe. Todos têm de começar por algum lado. Faz tudo parte do treino.

♦ Seja adotada. Encontre um mentor, escolha um cérebro e peça-lhe para lhe mostrar as ferramentas. Você aprende e ele sente-se lisonjeado. Retribua com uma promoção, um dia. Nunca roube os contactos ou informações do seu mentor. Pague a sua boa vontade com gratidão.

♦ Não se pode gostar de todos ao mesmo tempo. Evite colegas que impliquem consigo – você não precisa de combates públicos. Compreenda que as pessoas fazem as coisas de formas diferentes… e que você as faz melhor. Lembre-se, as pessoas só implicam com outras se são ciumentas ou se sentem infelizes com as suas vidas,

♦ Trate bem os seus assistentes. Não os encha de presentes como um pai entusiástico, mas seja atenciosa. Dê-lhes coisas que sabe que gostarão, leve-os consigo a eventos com os quais sabe que beneficiarão e reserve algum tempo para os treinar.

♦ … Mas não os deixe esticarem-se.  Eles estão ali para a assistir. Devem estar preparados para fazer tudo e até trazer-lhe o almoço, se estiver muito ocupada. Desde que peça educadamente.

♦ Não exagere nas despesas. Pode apresentar as suas despesas de representação e fique-se por aí. O patrão até pode assinar por baixo e não dizer nada, mas um excesso será indubitavelmente um ponto em seu desfavor – e acha que vale mesmo a pena o stress de ver se a empresa paga um almoço de copos com uma amiga sua?

♦ Não seja demasiado honesta na sua festa de despedida e nunca critique o chefe, colegas ou a empresa. O destino arranja sempre uma forma estranha de juntar novamente as pessoas.

Republished by Blog Post Promoter

70 As horas - As horas

As horas

A hora de almoço é um assunto complicado no escritório porque algumas pessoas – normalmente o seu patrão – acham que uma sanduíche e um pouco de ar puro é sinal de fraqueza e ficam colados à secretária o tempo todo. Essa é a escolha deles. Você tem direito a um intervalo para que se sinta mais alegre na parte da tarde. Além disso, foi provado que almoçar na secretária provoca indigestão. Não se sinta culpada, mas se tiver de ficar por estar muito sobrecarregada de trabalho, pense nos seus colegas evitando peixe e ovos.

O mesmo se aplica ao sair. Se o seu trabalho está terminado e chegou a hora de sair, vá para casa. Tenha uma vida além do trabalho. Não tem razão para ficar por ali com medo de ser a primeira a sair. Estabeleça você os padrões. Por outro lado, se algo está a correr mal, todos são necessários e deve cancelar a sua vida social até o problema estar resolvido (e não necessariamente ser paga por horas extraordinárias – está a esforçar-se para mostrar o seu empenho e não a sua ganância).

Republished by Blog Post Promoter

84 Adeus até qualquer dia... - Adeus, até qualquer dia...

Adeus, até qualquer dia…

Saia de forma positiva, se for possível. Não deve apresentar a demissão e depois andar a cambalear durante o período de aviso de um mês permanentemente ressacada, mal-humorada e sarcástica. Não corra pelo escritório com um vestido de “cheerleader”, a gritar: “Estou livre!” Agradeça ao seu chefe (mesmo que a relação não tenha sido boa) pela sua ajuda e simpatia. Peça para o período de aviso ser reduzido, se achar que é demasiado comprido – a sua cabeça não estará no trabalho e as pessoas já não podem confiar em si. Não encoraje os outros a fazerem o mesmo… pelo menos nessa altura. Espere até estar estabelecida e depois vá buscá-los se acha que lhes pode oferecer mais dinheiro/segurança/felicidade. Reúna o seu pessoal quando todos os outros tiverem saído – não peça os seus contactos de trabalho, leve apenas os seus. Não exiba o seu fabuloso emprego novo, explique apenas que foi uma oportunidade demasiado boa para a deixar escapar e que vai sentir a falta de todos. Mesmo que esteja a mentir, fá-la-á parecer mais em cima e os que ficam para trás sentir-se-ão mais seguros.

Republished by Blog Post Promoter

Time executed 0 seconds